Tu que tiveste um berço, lembra-te dos que não o tem!
Primeira Infância - Os primeiros 1000 dias de vida

O começo da vida pode influenciar o que será do resto dela.

É nesse período que cada célula do corpo está sendo formada e programada. Os primeiros 1000 dias de vida se referem ao período que vai do primeiro dia de gestação até os 2 anos de idade. O crescimento e o desenvolvimento nesse período são maiores do que toda a vida.

Esse período pode mudar radicalmente o destino da criança, não apenas em termos biológicos (crescimento e desenvolvimento), mas também em questões intelectuais e sociais.

Os 1000 dias representam um conceito novo, elaborado com base em pesquisas realizadas nos quatro cantos do planeta, e que já batiza um programa da Organização das Nações Unidas para a promoção da saúde das gestantes, do aleitamento materno e de uma alimentação equilibrada desde o início da vida, além dos cuidados primeiros dois anos do bebê são fundamentais para a saúde do indivíduo durante o resto de sua vida.

São 270 dias de gestação mais 365 do primeiro ano de vida e 365 do segundo aninho. Eis que chegamos a 1000, soma que simboliza a principal janela de oportunidades para uma infância cheia de vigor, com impactos que se estendem por décadas.

Essa fase molda o desenvolvimento físico e mental da criança e trazem orientações de confiança para estimular e proteger o pequeno na dose certa. Isso porque, tanto no ventre materno como nos dois primeiros anos de vida, o organismo está mais sensível às influências do ambiente.

 

 

 

 

Antes da gravidez

Planejamento da gravidez e a preparação do organismo para ela

Gravidez

 

Cuidados da mulher com a sua saúde, ganho de peso adequado, alimentação e bem-estar da criança.

1 a 12 meses

 

Do nascimento aos 2 meses: nesta fase algumas ações são importantes, como conversar com o bebê olhando nos olhos, falar de forma carinhosa, estimulá-lo com objetos coloridos a uma distância de mais ou menos 3 centímetros, deitá-lo de barriga para cima e estimulá-lo a levantar o pescoço, para que ele fortaleça a musculatura desta região.

 

Dos 2 aos 4 meses:  estimular que o bebê toque objetos com as mãos, sempre conversando olhando para ele. Uma boa dica é deitá-lo de bruços, apoiado nos bracinhos, e brincar com ele, mostrando brinquedos.

 

Dos 4 aos 6 meses: nesta idade, uma boa ideia é sempre esperar a reação do bebê ao lhe oferecer algo, seja comida ou um brinquedo. É importante também estimulá-lo a tentar alcançar os objetos oferecidos. Estimular o bebê com os sons fora de seu campo de visão também o ajuda a procurar por eles, virando a cabeça. Também é a época para estimulá-lo a mudar de posição, rolando.

 

Dos 6 aos 9 meses: nesta fase o bebê já começa a buscar atenção das pessoas e é importante que os pais se mostrem atentos aos pedidos dela. Brinquedos fáceis de segurar são importantes para que ela treine segurá-los e muda-los de mão. Além disso, é uma fase interessante para estimular a fala, conversando e cantando bastante para a criança, e usando palavras fáceis que ela possa repetir. Brincar no chão é interessante para que ela se estimule a sentar, se arrastar e depois engatinhar.

 

Dos 9 aos 12 meses: nesta idade brincadeiras com gestos, como palmas e dar tchau, são importantes para que o pequeno imite. Vale também estimular que a criança comece a pegar objetos menores, usando o movimento de pinça do indicador e do dedão. Livros com figuras ajudam a criança a se expressar e interagir com os pais.

 

1 a 2 anos

 

Dos 12 aos 15 meses: esta é a fase em que os limites precisam começar a serem impostos e os pais devem ser firmes. Vale a pena começar a se afastar do pequeno por curtos períodos de tempo, para que ele não tenha medo da ausência dos pais. É importante também estimular a criança a usar mais palavras do que gestos e se locomover com mais frequência, para que assim ela se sinta segura para se arriscar a andar.

 

Dos 15 aos 18 meses: é uma época boa para contar histórias, ouvir música e dançar com a criança. Também pode-se estimular que ela rabisque no papel, o que estimula sua criatividade. É interessante também estimulá-la para que não ande só para frente, mas para os lados e para trás.

 

Dos 18 aos 24 meses: nesta fase é interessante começar a mostrar objetos na televisão, revistas e livros e dar seus nomes. Repare se a criança começará a juntar palavras e tentar articular frases curtas. É uma época em que a criança começa a demonstrar vontade própria e falar bastante não.

 

 

 

Atendimento

Segunda a sexta - 8h às 18h
Rua Cícero Góis Monteiro,
19 - Lagoa - Rio de Janeiro - RJ

Contato

Telefones: (21) 2539-3902
Fax:(21) 2527-0031
  contato@aobradobercorj.org.br

Compartilhe

Copyright 2016 - Todos direitos reservados a Obra do Berço
Desenvolvido pela Criart Web Design